Compartilhar o post

O leite é unanimidade entre brasileiros, não é mesmo? A bebida agrada desde os pequenos até os mais velhos. Mas é preciso tomar cuidado ao armazenar o produto, pois, o leite estragado pode causar vários problemas à saúde. Continue lendo e descubra como saber se o leite tá estragado…

É bem normal que você tenha passado pela experiência de perceber que o leite estragou na geladeira — isso pode acontecer por diversas razões, seja porque você não observou a data de validade ou, porque simplesmente comprou uma quantidade maior do que conseguia consumir, com base nisso é importante ficar atenta a alguns sinais de como saber se o leite está estragado.


Separamos alguns sinais, confira como identificar que o leite está estragado…

1. Veja se o leite expirou há menos de sete dias. Quando guardado corretamente, ele ainda pode ser consumido até uma semana depois da data de validade.

2. Cheire o leite. Essa é a coisa mais óbvia a se fazer para saber se estragou mesmo ou não. O leite fresco não costuma ter muito cheiro, mas quando estraga adquire um odor bem forte e ruim.


3. Veja a consistência do leite. Quando fresco, ele tem uma textura bem líquida. É claro que isso depende um pouco do teor de gordura, já que quanto mais alto, mais grosso é o leite. Mas, de todos os modos, ao despejá-lo no copo, ele deve cair de forma suave e fluida.

4. Veja se o leite está amarelado ou com um tom encardido. Sirva um pouco em um copo transparente e segure-o contra a luz. Se o leite estiver bom, terá uma cor branca e límpida. Se estiver estragado, você verá um tom amarelado ou escurecido.

5. Descubra se o leite ficou exposto à temperatura ambiente. É muito importante que ele esteja sempre refrigerado para não estragar.

Gostou de saber sobre como saber se o leite tá estragado? Sigo-nos para mais assunto relacionando ao mundo dos laticínios, até a próxima.

Brusquetta Italiana

A Brusquetta Italiana é um petisco muito consumido pelo mundo. Com um sabor suave e delicioso, ela saiu dos restaurantes para virar a queridinha dos bares brasileiros,

Rolar para cima
Rolar para cima