Criança bebendo leite com cara de desconfiada

Em tese, todo mamífero secreta leite e este, em maior ou menor grau, é rico em nutrientes úteis para os seres vivos, mas não podemos beber leite de qualquer animal. 

O nosso conselho é: não tente beber nada que não venda em supermercado e tenha  garantia  e selo de qualidade sem consultar antes um técnico da área.

No entanto, há enormes diferenças na composição do leite de distintas espécies de mamíferos e, mesmo, de mamíferos aquáticos.

Mamíferos somos todos, mas….

Há leites muito magros, com pouca gordura, como o do urso e do canguru, e do seu consumo não resultariam efeitos positivos para a nutrição de seres humanos.

Em geral, o leite de espécies mais domésticas como gatos, cães e coelhos, não são “venenosos”, não fazem mal à saúde, mas apresentam conteúdo proteico divergente que merece ser analisado antes de ser ingerido.

Essas espécies de leites exóticas podem ser agressivas ao paladar e apresentar lactose demais ou de menos, o que representa um problema (ou uma solução) para quem é alérgico à proteína láctea.

No entanto, o principal problema no consumo de leites de animais selvagens é a inexistência de qualquer controle sanitário sobre a criação do bicho, em cativeiro ou na natureza, ou mesmo da qualidade do leite produzido.

Você pode se dar mal e consumir bactérias e contrair doenças. Portanto, como dissemos, não podemos beber leite de qualquer animal.

 

Rolar para cima